domingo, 27 de julho de 2014

Eternas saudades: Joseildo Paizinho Dantas (DEDÉ)


27 de Julho: “Dia Municipal de Luta das Pessoas Portadoras de Deficiência” no Município de Currais Novos, comemorando 10 anos de instituição da Lei nº 1.639, de 11 de maio de 2004. Esse dia é uma homenagem a JOSEILDO PAIZINHO DANTAS (DEDÉ), fundador da ACDF: Associação Curraisnovense de Deficientes Físicos, falecido nessa data, há treze anos.

"Quem amamos nunca morre, apenas parte antes de nós". Palmas, flores e orações para você, Dedé. Sentimos muitas saudades de você. “Deficiente que não se expõe não se impõe”. Juntos Seremos mais fortes. 

Missa: Matriz da Imaculada Conceição
Horário: 19hs  

Presidente: Júlio César
Vice-Presidente: Maria Elizabete (BETINHA)
E todos os Associados que fazem a ACDF

quinta-feira, 24 de julho de 2014

UFRN instala novo Curso de Medicina Multicampi em Caicó na sexta (25)

A região do Seridó recebe na próxima sexta-feira (25), a instalação oficial do Curso de Medicina Multicampi da Universidade Federal do Rio Grande do Norte (UFRN). A solenidade da aula inaugural será às 9h, no auditório do Centro de Ensino Superior do Seridó (CERES).
Na cerimônia estarão presentes a reitora Ângela Maria Paiva Cruz, da vice-reitora e presidente da Comissão de Implantação do Curso de Medicina no interior do estado, professora Maria de Fátima Ximenes, do diretor da Escola Multicampi de Ciências Médicas do Rio Grande do Norte e coordenador do curso, professor George Dantas, e do prefeito de Caicó, Roberto Germano, entre outras autoridades.
A nova graduação inicia seu primeiro semestre letivo no dia 28 de julho, com 40 alunos matriculados, e funcionará em três campi da UFRN no interior do estado: Caicó, Santa Cruz e Currais Novos.

Campanha mobiliza motoqueiros de Currais Novos, Santa Cruz e Caicó pela doação de sangue

Cerca de 1.000 motoqueiros das cidades de Currais Novos, Santa Cruz e Caicó estão sendo mobilizados para doarem sangue, em comemoração ao Dia Nacional do Motociclista, 27 de julho.  A campanha está sendo desenvolvida pela Mototec Honda de Currais Novos em parceria com o Hemocentro de Currais Novos e o Hemocentro de Caicó.
De acordo com Lucas Vasconcelos, organizador da Semana do Motociclista na região, “todos os anos durante o evento a empresa Mototec realiza uma ação de responsabilidade social. Este ano a atividade está direcionada para o incentivo à doação de sangue.
Parabéns pela bela iniciativa da Mototec Honda.

Fonte: Marcos Dantas
Postado por: Walfredo Luiz

quarta-feira, 23 de julho de 2014

Jogo dos 7 erros para a acessibilidade. Analisando uma vaga reservada.


Cena 1 - Estaciona,emto com vaga reservada
1. Sinalização vertical (placa) fora dos padrões estabelecidos pela norma técnica quanto a vagas localizadas em espaços internos;
2. Ausência de espaço adicional de circulação (faixa amarela), o qual permitiria o embarque e desembarque principalmente de cadeirantes;
3. Piso irregular, provocando trepidação em cadeiras de rodas e podendo ocasionar tropeços;
4. Desnível entre a vaga e a rota acessível, podendo ocasionar quedas;
5. Placa obstruindo o acesso à vaga, prejudicando motoristas com dificuldade de locomoção;
6. Ausência de sinalização horizontal (pintura no piso da vaga);
7. Apesar da vaga estar próxima a um dos acessos ao prédio, ela não está localizada em rota acessível, obrigando os usuários a disputar espaço com os veículos que circulam no estacionamento.
Cena 2 - Estaciona,emto com vaga reservada e os 7 erros apontados
Conseguiu encontrar mais algum erro pela imagem? Se sim, escreva nos comentários!

Fonte: Acessibilidade na Prática

Pesquisadores criam ferramenta que faz cegos enxergarem com o ouvido

Projeto apelidado de “olho biônico” usa a mesma técnica dos morcegos. Ao encontrar obstáculos, ondas de ultrassom alertam para a distância do objeto. 


Pesquisadores da Universidade Federal do Rio Grande do Norte criaram uma ferramenta importantíssima para deficientes visuais.
Cada degrau é um obstáculo a menos para Bruno Lima. A bengala é a única ferramenta que ele tem para andar com um mínimo de segurança nas ruas. Mas ela não evita os acidentes.
"Orelhão é um caso seríssimo, porque a bengala não consegue detectar a parte de cima do orelhão. Ela só consegue detectar o chão”, explica o professor Bruno Lima.
Vanessa já passou por situações mais graves. "Fui acidentada em dois bueiros: um na universidade, outro próximo à minha casa. Ao chegar, caí, me machuquei, arranhou as pernas e a cabeça também bateu, na hora que eu caí", lembra a funcionária pública.
Em Natal, como na maioria das cidades do Brasil, a situação das calçadas é esta: tem carro estacionado em local onde só deveria ter pedestre, tem calçada desnivelada. Uma delas foi transformada em escadaria. Isso sem falar nos buracos, nos postes, enfim, diversos problemas que são difíceis de ser combatidos.
Mas um grupo da Universidade Federal do Rio Grande do Norte resolveu ajudar os deficientes visuais a enxergar estes problemas de outra forma.
O primeiro teste foi num estúdio, com obstáculos que simulam situações encontradas na rua. O projeto, apelidado de “olho biônico” usa a mesma técnica dos morcegos, que emitem ondas de ultrassom. Ao encontrar obstáculos, essas ondas retornam. Com base no tempo desse retorno, é possível calcular a distância até o objeto.
O sistema utiliza três sensores: um instalado na aba do boné. Outro na altura da cintura, na própria bengala; e o terceiro na ponta da bengala.
“Ele pega aquela emissão de som e transmite esse sinal para o sensor auditivo do deficiente visual, orientando ele sobre a distância, se é um buraco, a que distância está esse buraco  ”, explica Ricardo Valentim, coordenador do projeto.
Um aplicativo, instalado no celular, emite os alertas sonoros. Levamos o equipamento para rua. Durante a caminhada a pessoa escuta mensagens diferentes. O resultado surpreendeu.
"Eu estou até emocionada, sabe, assim, de perceber que a gente vai poder andar na rua sem se machucar", afirma Vanessa da Silveira, funcionária pública.
E os pesquisadores disseram que gastaram um total de R$ 60 para desenvolver esse primeiro aparelho.

Fonte: RNTV/Jornal Nacional

Parabéns Lyzandra!

Parabéns, que possa ter muitos anos de vida, abençoados e felizes, e que estes dias futuros sejam todos de harmonia, paz e desejos realizados.

É o que desejam todos que fazem a ACDF. 


Júlio César (Presidente)
Betinha (Vice)

Feliz Aniversário Darci!

Que seu caminhar seja sempre premiado com a presença de Deus, guiando seus passos e intuindo suas decisões, para que suas conquistas e vitórias, sejam constantes em seus dias.

É o que desejam todos que fazem a ACDF.


Júlio César (Presidente)
Betinha (Vice)